Quem sou eu

Minha foto
brasileiro, casado, três filhos, professor de Hebraico, Crítica do AT, Arqueologia e Grego. Bacharel em Teologia e Licenciado em Letras - Administrador de Redes

Pesquisar este blog

Arquivo do blog

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Breve histórico do grego do Novo Testamento

Breve histórico do grego do Novo Testamento - por José Ribeiro Neto

O grego pertence à família de línguas ou ao tronco lingüístico chamado indo-europeu e dentro desse grupo ao grupo chamado grego ou helênico dentro do mesmo grupo temos ainda: micênico, grego moderno ou romaico. Dialetos micênicos: grego ocidental, grego oriental, eólio, arcado-cipriota e koiné.

O grego era uma língua falada por um povo que se autodenominava de helenos. Dentro desse povo havia os seguintes grupos: aeolians, dórios e ionians (Jônios). Assim, a língua grega é dividida entre os dialetos desses povos:

Dialeto Eólico, Dialeto Dório, Jônico Antigo (a língua de Homero), Neo-Jônico (5.º séc. a.C., Heródoto e Hipócrates) e Ático (500 a.C., Eurípedes, Comédia de Aristófanes, Tucídides, Xenofonte; 300 a.C., Tragédia de Équilo, Sófocles, a Oratória de Demóstenes e de outros oradores de Atenas, também o trabalho filosófico de Platão). O Ático é considerado o mais cultivado e refinado dos dialetos gregos.

O grego, após as conquistas de Alexandre Magno, tornou-se língua universal que mais tarde veio a ser chamada de dialeto comum, daí o nome koiné. Começou no período chamado alexandrino, no auge da literatura e da cidade de Alexandria, no Egito. Data desde a ascensão de Ptolomeu II em 285 a.C. O famoso filósofo Aristóteles usava um grego em parte Ático e em parte Koiné.

Dentre as línguas modernas que têm o mesmo parentesco com o grego estão: o indiano (sânscrito), persa, alemão, slavo, celta e italiano, que se denominam indo-européias (ou arianas).

Grego bíblico (koiné) – koine ou comum (h` koinh. dia,lektoj = hê koinê dialektos). Nesse dialeto escreveram: Polibus, historiador (205-120 a.C.), Diodorus (sobre Augustus), Plutarco (46 – 120 a.D.), Arrian (95 – 175 a.D.). O grego do NT pode ser classificado como helenístico ( `Ellhnisth,j = Hellenistês). Deve-se distinguir dos outros escritos em koiné por ser mais popular e por forte influência semítica. Além de muitas palavras do aramaico encontradas no NT grego encontramos ainda um tipo de fraseologia e hebraísmos característicos semíticos, não é de se estranhar, tendo em vista que, exceto Lucas (e mesmo assim com grande influência semítica), todos os escritores do NT são judeus, apesar de terem escrito em grego, a sua mentalidade e forma de pensamento é caracteristicamente judaica.

2 comentários:

Daniele disse...

Gostaria de estudar o grego do NT para minha tese de mestrado. Seria o grego koiné(comum)?

emunah disse...

sim, o grego do NT é o koiné, contudo, o koiné do NT tem fortes influências do pensamento semítico, por isso, seria importante você estudar também o pano de fundo histórico do NT, um pouco de conhecimento sobre judaísmo e se possível noções de estilo hebraico e aramaico,

obrigado pelo comentário desculpe-me por demorar em responder !